Puxa, Que Vergonha meu Amor!

Queria pedir desculpas pelo fracasso de ontem.
Sinceramente, não sei o que aconteceu, eu nem havia bebido tanto assim,
não estava preocupado com nada em especial e, além de tudo,
você estava linda com aquela lingerie nova e provocante que não faço
a mínima idéia de onde é que você foi arranjá-la.
Sabe, não lembro disso ter acontecido antes.
Acho que era tesão demais, afinal você estava tão linda e cheirosa!
Ah, sem contar que quando fomos para a cama você se empenhou
tanto e foi tão carinhosa e compreensiva, que se a coisa
não funcionou foi por culpa única e exclusivamente minha.
Meu amor, adoro você, adoro beijar esta sua boca linda,
cada fio dos seus cabelos e cada centímetro do seu corpo.
Sei que você entendeu, mas eu estou morrendo de vergonha
e cheio de medo que aconteça de novo. Será que eu estou doente?
Minha querida, estou precisando da sua ajuda e, por favor,
não tente me consolar dizendo que há males que vem pra bem.

Perdão mais uma vez.

Autor desconhecido